Viral Marketing

Olá people, estou meio cansado, uma viagem de 336 KM no dia cansa, mas valeu a pena ver minha amiga Ednalva casada e feliz. Masssssssssss, para não ficar sem um post semanal vou deixar aqui uma resposta que deixei na comunidade Marketing no Brasil do Orkut em um post de viral marketing, acho que ficou interessante o texto mesmo eu não tendo relido o mesmo, de qquer forma, segue:

"OK. O assunto já foi bastante difundido (discutido – tbem não li o tópico acima) e uma busca no google irá trazer um monte de texto a respeito do assunto. Mas para não ficar no vácuo vou tentar resumir:

Faça uma analogia entre a reprodução de um vírus, vamos pegar um vírus o vírus da gripe que é transmitido pelo ar.

Uma pessoa pega o vírus, esse virus se reproduz no seu organismo ou seja, faz uma transformação e deixa uma informação do seu DNA virótico no seu metabolismo. (marketing one-to-one) você passa a informação e atinge o seu alvo dirigido, principalmente se o infectado o foi, propositadamente.

Bem, a pessoa com a gripe (marca/produto fazendo efeito), pega o busão, o metrô e vai espirrando por todo o percurso, adivinha? Contaminação generalizada. Você começa a transmitir o vírus (você começa a fazer a "propaganda" boca a boca) – desculpe o trocadilho.

O próximo que pegou, repassa a informação e essa informação é pouco modificada, mas tem o mesmo efeito, o sujeito pegou a gripe e passou para frente.

No viral marketing é isso, você passa a informação diretamente e com um estágio de contaminação baixíssimo. Ou seja, a disseminação é rápida e pontual.

O problema é que o viral marketing possui uma linha tenue entre o bem sucessido e o mal sucessido, pois a mensagem precisa ser passada discretamente (ou não), e ter o carater multiplicador.

O papo de ser utilizada a internet é devido a velocidade da informação, pense na velocidade que uma informação pode ser divulgada pela internet… e por ai vai. Espero mesmo não ter complicado mais, mas no google você encontra mais detalhes.

Anúncios

Sobre Raul Oliveira (ex DEUS NOiTE)

Alguém que gosta de informática, ler, escrever, estudar, aprender, ensinar, pensar (ok as vezes não). Assim, um pouco de vampiro, autor, geek e louco todos temos um pouco. No final. Um Vampiro Geek pode ser a definição. Oh Ego Laevus! PALAVRAS DESCRITIVAS Persuasivo, efusivo, gregário, participativo, positivo, assertivo, ativo, móvel, impaciente, tenso, ansioso, independente adaptável, sensível, alerta, ambicioso, iniciativa própria, pergunta "quem" e "quando". Influente, persuasivo, amigável, verbal, comunicativo, positivo, otimista, promotor, generoso, questionador, competitivo, motivado, ativo, móvel, impaciente, alerta, demonstrativo, bem disposto, firme e independente.

Publicado em 05/08/2007, em Sem categoria. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: